GDF CONVIDA FÓRUM DAS ASSOCIAÇÕES PARA APRESENTAR NOVO CÓDIGO DISCIPLINAR DOS POLICIAIS E BOMBEIROS DO DF

A ASSOFBM representada pelo seu Presidente Cel Aboud participou no dia 01 de setembro de 2017, de uma reunião com o GDF  no palácio do Buriti,  onde foi debatido a criação do código de ética dos militares do DF, esteve presente o Cel Hamilton Cmt Geral do CBMDF, Cel Nunes Cmt Geral da PMDF, Cel Ribas Chefe da Casa Militar, o Fórum das Entidades Militares do DF,  associações de Classe PMs e BMs e demais lideranças da PMDF e CBMDF. Foi apresentado aos presentes na reunião que a casa militar e os comandos das duas corporações já haviam confeccionado um regulamento disciplinar dos policiais e bombeiros de Brasília, a fim de substituir o regulamento disciplinar do exército hoje utilizado como parâmetro para aplicação das transgressões disciplinares. Lembramos aqui, que nenhuma associação que compõe o Fórum foi convidada a participar da elaboração desse novo regulamento.

Ao franquear a palavra aos demais, o St Ricardo Pato falou a todos os presentes que o Fórum das Associações defende a inclusão da estabilidade funcional dos policiais e bombeiros militares e que seja respeitado os direitos adquiridos dos nossos policiais e bombeiros que já cumpriram seus trinta anos de efetivo serviço e de contribuição previdenciária e que nos dias atuais é inadmissível qualquer tipo de pena que tenha como punição a restrição de liberdade dos nossos policiais e bombeiros, defendendo que não existe nenhum condigo de conduta, regulamento ou qualquer outro nome que seja dado a essas novas regras, se essas e outras injustiças não forem corrigidas. O St Ricardo Pato encerrou sua fala afirmando que tão importante quanto o Código de Conduta Disciplinar dos Bombeiros e Policiais Militares (no que julga ser mais sugestivo), estão a saúde dos policiais militares, dependentes e pensionistas que encontram-se em condições caóticas e a reposição inflacionárias nos vencimentos dos trabalhadores da segurança pública, cuja a inflação está corroendo nossos salários há três anos do atual governo e até agora não nos foi apresentado nenhuma proposta e tão poucos fomos chamados fala debatermos sobre essas demandas que é tão importante quanto aquela, e que o Fórum das Associações se coloca à disposição do Governo do Distrito Federal para juntos encontrarmos uma solução para todas as demandas das duas corporações.

Fonte.

A Redação.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*